Provocação e Resposta de Adriano Moreira

Adriano Moreira

5,00 

Título: Provocação e resposta
Autor: Adriano Moreira
Edição: Bertrand
Ano: 1961
Páginas: 26
Encadernação: Mole
Obs.: Conferência proferida pelo Subsecretario de Estado da Administração Ultramarina Prof. Dr. Adriano Moreira, na Casa do Infante, na Cidade do Porto, no dia 17 de Março de 1961.

 

 

Categorias: , , Etiqueta:

EXCERTO
A competição ideológica que caracteriza a balança de poderes, e em que temos insistido repetidas vezes, traduziu-se em mais de um conflito armado, de âmbito geograficamente limitado, depois da fundação das Nações Unidas. E essas manifestações somadas aos muitos conflitos resolvidos sem o recurso a esse meio extremo são já em número suficiente para exigirem dos responsáveis uma reflexão aprofundada e corajosa sobre a excelência dos métodos a que têm confiado a defesa dos valores que dizem servir. Isto porque é sem dúvida tempo de discutir e decidir se a forma de organização internacional em que depositaram tantas esperanças aqueles mesmos que, em 6 de Abril de 1945, data do primeiro bombardeamento atómico, revelaram possuir a então arma absoluta, tem servido e pode continuar a servir o interesse de todos os que confiaram na autenticidade dos ideais proclamados.


SOBRE O AUTOR

Adriano MoreiraJurista, político e professor universitário português nascido em 1922. Assumindo cargos públicos desde jovem, tendo sido figura destacada do Estado Novo no âmbito da política colonial: foi ministro do Ultramar, fundou e dirigiu institutos de estudos africanos, presidiu à Sociedade de Geografia de Lisboa, entre outros cargos. Depois do 25 de Abril, tornou-se uma das personalidades de referência do Centro Democrático Social (CDS) e parlamentar respeitado. Escreveu várias obras, entre as quais um compêndio de Ciência Política (1983). Retirou-se da vida política em 1995 recebendo homenagens de várias formações. Desde essa altura, Adriano Moreira continua a dedicar-se ao ensino, à investigação e a escrever sobre a conjuntura portuguesa, política, relações internacionais e direito.


OBRAS DO AUTOR


RELACIONADOS


Voltar