História de Portugal IV

Menoridade de Sancho II. Convenções com o dero e com as infantas Teresa, Sancha e Branca. Bandos da fidalguia. Estado tumultuário do reino. Intenta-se a renovação da conquista no Gharb. Situação política do Andaluz. Progressos das armas castelhanas e leonesas. Fronteiras de Portugal ao meio-dia-Expedição contra Elvas. Começa a restabelecer-se a paz interna. Acessão de Gregório IX ao sólio pontificio. Estado deplorável da Igreja portuguesa. Legacia de João de Abbeville na Peninsula. Os seus esforços para consolidar a ordem pública. Casamento da infanta D. Leonor com o principe Valdemar da Dinamarca. Partida do infante Afonso para França. Sancho dedica-se à repovoação do D. Afo reino.Sucessos de Leão e Castela e revoltas entre os sarracenos. Elvas e Juromenha ocupadas perpetuamente. Morte de Afonso IX e suas consequências. Pazes de Sancho II com Fernando, rei de Castela. Recomeça a luta entre ? ????? ? ? dero. A monarquia e a teocracia. Oposição dos dois principios. Contendas com o bispo de Lisboa. Administração interna do reino. Prossecussão das conquistas para além do Guadiana. Redução de Mour?? ? ?????. Procedimento de Sancho em relação aos eclesiásticos. Hesitações de Roma. Designios e meneios dos prelados. Agravos da Igreja do Porto. Morte do bispo Martinho Rodrigues. Sucede-lhe Pedro Salvadores. Tomada de Aljustrel. Reputação militar de Sancho para com Gre gório IX. Silvestre Godinho sucessor de Estêvão Soares. Mudança de validos na corte portuguesa. Causas prováveis do facto e consequências deste. Abusos das classes privilegiadas. Fraqueza da autoridade real. Vantagens do clero. Constituição da luta com a coroa. Actos brutais do infante Fernando de Serpa. Providencias de Gregório IX. O rei fraqueia e cede. Últimas campanhas de Sancho contra os sarracenos. Conquistas por uma e por outra margem do Guadiana até a sua foz. Preparativos para uma expedição importante por mar e por terra. Nenhum resultado deles. Sucessos de Roma. Anarquia administrativa em Portugal. Consórcio de Sancho com Mécia Lopes de Haro. Morte de Gregório IX. Eleição de Inocêncio IV e saída deste de Itália. Primeiros passos dos prelados portugueses para derribar o rei. familia real. Progride a conspiração. governo pelo papa. Vinda do infante D. Os membros da Sancho privado do Afonso, conde de Bolonha, a Portugal. Guerra civil. Intervenção de Castela Sancho retira-se para Toledo

3,50 

3,50 

informação do livro

História de Portugal IV – Livro V: 1223-1247 de Alexandre Herculano. Círculo de Leitores. Lisboa, 1987, 178 págs. Dura.

Alfarrabista


Sem apontamentos.

Menoridade de Sancho II. Convenções com o dero e com as infantas Teresa, Sancha e Branca. Bandos da fidalguia. Estado tumultuário do reino. Intenta-se a renovação da conquista no Gharb. Situação política do Andaluz. Progressos das armas castelhanas e leonesas. Fronteiras de Portugal ao meio-dia-Expedição contra Elvas. Começa a restabelecer-se a paz interna. Acessão de Gregório IX ao sólio pontificio. Estado deplorável da Igreja portuguesa. Legacia de João de Abbeville na Peninsula. Os seus esforços para consolidar a ordem pública. Casamento da infanta D. Leonor com o principe Valdemar da Dinamarca. Partida do infante Afonso para França. Sancho dedica-se à repovoação do D. Afo reino.Sucessos de Leão e Castela e revoltas entre os sarracenos. Elvas e Juromenha ocupadas perpetuamente. Morte de Afonso IX e suas consequências. Pazes de Sancho II com Fernando, rei de Castela. Recomeça a luta entre ? ????? ? ? dero. A monarquia e a teocracia. Oposição dos dois principios. Contendas com o bispo de Lisboa. Administração interna do reino. Prossecussão das conquistas para além do Guadiana. Redução de Mour?? ? ?????. Procedimento de Sancho em relação aos eclesiásticos. Hesitações de Roma. Designios e meneios dos prelados. Agravos da Igreja do Porto. Morte do bispo Martinho Rodrigues. Sucede-lhe Pedro Salvadores. Tomada de Aljustrel. Reputação militar de Sancho para com Gre gório IX. Silvestre Godinho sucessor de Estêvão Soares. Mudança de validos na corte portuguesa. Causas prováveis do facto e consequências deste. Abusos das classes privilegiadas. Fraqueza da autoridade real. Vantagens do clero. Constituição da luta com a coroa. Actos brutais do infante Fernando de Serpa. Providencias de Gregório IX. O rei fraqueia e cede. Últimas campanhas de Sancho contra os sarracenos. Conquistas por uma e por outra margem do Guadiana até a sua foz. Preparativos para uma expedição importante por mar e por terra. Nenhum resultado deles. Sucessos de Roma. Anarquia administrativa em Portugal. Consórcio de Sancho com Mécia Lopes de Haro. Morte de Gregório IX. Eleição de Inocêncio IV e saída deste de Itália. Primeiros passos dos prelados portugueses para derribar o rei. familia real. Progride a conspiração. governo pelo papa. Vinda do infante D. Os membros da Sancho privado do Afonso, conde de Bolonha, a Portugal. Guerra civil. Intervenção de Castela Sancho retira-se para Toledo

Peso 285 g

sugestões do alfarrabista

0
    0
    Carrinho
    Carrinho VazioRegressar à Loja