Miquelina Casada

«Sim, sim, um «trouxa!» Agora, que toda a gente ganha dinheiro, não passas tu dum reles empregado que nem para comer ganha! Todas as minhas amigas fizeram bons casamentos; os maridos são espertos, ganham o que querem; só eu então vivo nesta pelintrice!»

Augusto Palhinha da Costa Dias nasceu a 12 de fevereiro de 1919, na aldeia de Trouxemil (Arganil, Coimbra) e veio a falecer em 9 de março de 1976

Historiador, sociólogo da cultura e director editorial. Tendo iniciado os estudos secundários em Coimbra, estudos que teve de interromper por motivo de doença, completou em 1954 a licenciatura em Ciências Histórico-Filosóficas, na Universidade de Lisboa, acumulando a sua actividade escolar com empregos temporários de corretor de seguros, agente comercial ou angariador de publicidade.

7,50 

7,50 

informação do livro

Título: Miquelina Casa
Autor: Augusto da Costa
Editor: Livraria Popular de Francisco Franco
Ano: 1946
Páginas: 236

Assinatura de posse

Augusto Palhinha da Costa Dias nasceu a 12 de fevereiro de 1919, na aldeia de Trouxemil (Arganil, Coimbra) e veio a falecer em 9 de março de 1976

Historiador, sociólogo da cultura e director editorial. Tendo iniciado os estudos secundários em Coimbra, estudos que teve de interromper por motivo de doença, completou em 1954 a licenciatura em Ciências Histórico-Filosóficas, na Universidade de Lisboa, acumulando a sua actividade escolar com empregos temporários de corretor de seguros, agente comercial ou angariador de publicidade.

Peso 230 g

sugestões do alfarrabista

0
    0
    Carrinho
    Carrinho VazioRegressar à Loja
    × How can I help you?