Saindo de haran fiquei
com o mundo em frente
súbito o alcancei:
a palestina era ali
ao alcance do gesto
quase me detinha sedento
junto ao carvalho de moré
dono do tempo e do tempo
ansioso escravo
montei à noite entre colinas
a tenda e o altar
não orei nesse crepúsculo

Manuel Fernando Gonçalves (Bragança, 1951) tem as seguintes obras publicadas (poesia):
Isaac (Col. Plural, Gota de Água, Imprensa Nacional, 1985); Outra Geografia (Frenesi, 1985); Caos (Frenesi, 1987); As Horas Certas É que Me Enervam (Frenesi, 1991); Operações Especiais de Memória (1994); Coração Independente (Assírio & Alvim, 2003); fechamos a alma, ao fim da tarde, com estrondo e animação (& etc, 2007); A Realidade dos Factos (& etc, 2008); A Matriz e o Canto Oposto (Companhia das Ilhas, 2013); Baldrame (DSO – Debout sur l’Oeuf, 2017; Romance Ardente (viúva frenesi, 2017).

5,00 

5,00 

informação do livro

Isaac de Manuel Fernando Gonçalves. Imprensa Nacional – Casa da Moeda. Lisboa, 1985, 23 págs. Mole.

Alfarrabista

 

Sem apontamentos

Manuel Fernando Gonçalves (Bragança, 1951) tem as seguintes obras publicadas (poesia):
Isaac (Col. Plural, Gota de Água, Imprensa Nacional, 1985); Outra Geografia (Frenesi, 1985); Caos (Frenesi, 1987); As Horas Certas É que Me Enervam (Frenesi, 1991); Operações Especiais de Memória (1994); Coração Independente (Assírio & Alvim, 2003); fechamos a alma, ao fim da tarde, com estrondo e animação (& etc, 2007); A Realidade dos Factos (& etc, 2008); A Matriz e o Canto Oposto (Companhia das Ilhas, 2013); Baldrame (DSO – Debout sur l’Oeuf, 2017; Romance Ardente (viúva frenesi, 2017).

Peso 60 g

sugestões do alfarrabista

0
    0
    Carrinho
    Carrinho VazioRegressar à Loja
    × How can I help you?