Che o Argentino

As memórias de Che Guevara que constituem esta edição abarcam os dois anos que durou a epopeia da Sierra Maestra, desde o desembarque do iate Granma, no dia 2 de Dezembro de 1956, até à queda do ditador Fulgencio Batista, a 1 de Janeiro de 1959.
Episódio após episódio, desenha?se um cenário movimentado e realista, frequentemente dramático, da experiência da guerrilha cubana e do processo através do qual o exército revolucionário conseguiu alcançar uma vitória improvável.
De uma perspectiva individual, a fluência expressiva de Che Guevara – certamente resultado de uma formação cultural muito acima dos padrões médios da época – contribui para desvendar os traços da sua personalidade. Assim, os relatos dão a conhecer uma parte central da sua história de vida, desde que era ainda um médico argentino, empenhado mas inexperiente, até assumir maior protagonismo político e militar e se tornar no mais célebre revolucionário do mundo.
Sendo um registo individual e mantendo?se fiel ao princípio de descrever apenas os episódios em que participou directamente, os Relatos da Revolução Cubana são um documento de inquestionável valor histórico.

As memórias de Che Guevara que constituem esta edição abarcam os dois anos que durou a epopeia da Sierra Maestra, desde o desembarque do iate Granma, no dia 2 de Dezembro de 1956, até à queda do ditador Fulgencio Batista, a 1 de Janeiro de 1959.
Episódio após episódio, desenha?se um cenário movimentado e realista, frequentemente dramático, da experiência da guerrilha cubana e do processo através do qual o exército revolucionário conseguiu alcançar uma vitória improvável.
De uma perspectiva individual, a fluência expressiva de Che Guevara – certamente resultado de uma formação cultural muito acima dos padrões médios da época – contribui para desvendar os traços da sua personalidade. Assim, os relatos dão a conhecer uma parte central da sua história de vida, desde que era ainda um médico argentino, empenhado mas inexperiente, até assumir maior protagonismo político e militar e se tornar no mais célebre revolucionário do mundo.
Sendo um registo individual e mantendo?se fiel ao princípio de descrever apenas os episódios em que participou directamente, os Relatos da Revolução Cubana são um documento de inquestionável valor histórico.

7,00 

7,00 

informação do livro

Título: Che o Argentino
Autor: Ernesto Che Guevara
Edição: Tinta da China
Ano: 2009
Páginas: 350
Encadernação: Mole
Capa: Vera Tavares
Tradução: João Pedro George
Título Original: Pasajes de la Guerra Revolucionaria
Depósito Legal: 289268/09
ISBN: 978-972-8955-67-0

Alfarrabista

 

Sem apontamentos

As memórias de Che Guevara que constituem esta edição abarcam os dois anos que durou a epopeia da Sierra Maestra, desde o desembarque do iate Granma, no dia 2 de Dezembro de 1956, até à queda do ditador Fulgencio Batista, a 1 de Janeiro de 1959.
Episódio após episódio, desenha?se um cenário movimentado e realista, frequentemente dramático, da experiência da guerrilha cubana e do processo através do qual o exército revolucionário conseguiu alcançar uma vitória improvável.
De uma perspectiva individual, a fluência expressiva de Che Guevara – certamente resultado de uma formação cultural muito acima dos padrões médios da época – contribui para desvendar os traços da sua personalidade. Assim, os relatos dão a conhecer uma parte central da sua história de vida, desde que era ainda um médico argentino, empenhado mas inexperiente, até assumir maior protagonismo político e militar e se tornar no mais célebre revolucionário do mundo.
Sendo um registo individual e mantendo?se fiel ao princípio de descrever apenas os episódios em que participou directamente, os Relatos da Revolução Cubana são um documento de inquestionável valor histórico.

Peso 505 g

sugestões do alfarrabista

0
    0
    Carrinho
    Carrinho VazioRegressar à Loja
    × How can I help you?