Publicado em

Zé Brasil de Monteiro Lobato

Monteiro Lobato (1882-1948) foi um escritor e editor brasileiro, tendo saído da sua pena uma das obras mais icónicas da ltieratura infantil brasileira: série do “Sítio do Pica-Pau Amarelo”, escrita entre 1920 e 1947, a qual viria a ser adaptada ao pequeno ecrã pela rede de televisão Globo.

Em 1947, publica a obra “Zé Brasil” em folhetim no Jornal Tribuna. A obra é construída em forma de diálogo entre a personagem principal, Zé Brasil com uma personagem anónima. A narração faz referência aos condicionamentos sociais da questão agrária no Brasil, sendo o Zé Brasil um mineiro que sofre com a realidade latifundiária.

De certa medida existem algumas semelhanças entre a personagem Zé Brasil de Monteiro Lobato e Zé Povinho de Rafael Bordallo Pinheiro. Pois ambos, são representações do povo com preocupações e críticas ao sistema político e aos seus protagonistas

Em 1951, a obra Zé Brasil é reeditada desta vez com ilustrações de Candido Portinari (1902-1963) um dos mais prolíficos artistas plásticos brasileiros.