Publicado em

William Faulkner

William Faulkner nasce em New Albany, estado do Mississippi, em 1897, e morre em Oxford, no mesmo estado, em 1962. Oriundo de uma importante família, cumpriu um percurso escolar um tanto irregular e inconclusivo. Em 1918 alistou-se como voluntário na força aérea canadiana, mas já não a tempo de marcar presença no teatro de guerra. Após ter ocupado vários cargos modestos, mudou-se em 1925 para Nova Orleães, onde conheceu Sherwood Anderson, de quem se tornou grande amigo. Em 1930 regressou a Oxford, de onde não mais viria a sair, salvo para uma ou outra viagem pela América e Europa. O sucesso literário, que em 1950 lhe valeu o prémio Nobel, não conseguiu, contudo, serenar uma existência atormentada pelo alcoolismo e pela depressão. Após a sua estreia em 1924 com um livro de poesia, The Marble Faun, publicou em 1926 o seu primeiro romance, Paga de Soldado, seguido de Mosquitoes (1927). Em 1929 são publicados Sartoris e O Som e a Fúria, que obtêm um grande consenso da crítica. Entre os seus muitos romances, são particularmente importantes Na Minha Morte (1930), Santuário (1931), Luz de Agosto (1932), Absalão, Absalão! (1936), A Aldeia (1940), Desce, Moisés (1942), O Mundo Não Perdoa (1948) e A Cidade (1961).