Publicado em

Sílvio Lima

Ensaísta e professor universitário. Licenciou-se em Filosofia pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, com a tese Ensaio sobre a Ética de Guyan (1927), tendo-se especializado em Genebra (Suiça) na área da Psicologia. Veio a doutorar-se na Universidade da sua terra natal em 1928, com a tese O Problema da Recognição. Foi ainda professor na Faculdade de Letras, em Coimbra, onde regeu as cadeiras de Psicologia Geral e Lógica. É fundamental, na sua bibliografia, a obra Ensaio sobre a Essência do Ensaio (1944), onde, provavelmente, o género é melhor definido em língua portuguesa. Traduziu Julian Marías (Introdução à Filosofia Contemporânea) e A. Farau H. Schaffer (A Psicologia das Profundidades: Das Origens aos Nossos Dias). Colaborou na Seara Nova, no Primeiro de Janeiro, no Diário de Lisboa, no Diário Popular, na Biblos, no Instituto, etc.