Sonnets And A Lover’s Complaint

William Shakespeare

5,00 

Título: The Sonnets And A Lover’s Complaint
Autor: William Shakespeare
Edição: Penguin Classic
Ano: 1999
Páginas: 457

SOBRE

Shall I compare thee to a summer’s day?’ The language of Shakespeare’s sonnets has become inseparable from the language of love in English; but the force and tenderness of these poems is undiminished by age. When this volume of Shakespeare’s poems first appeared in 1609, he had already written most of the great plays that made him famous. The 154 sonnets – all but two of which are addressed to a beautiful young man, ‘Mr W.H.’, or a treacherous ‘dark lady’ – contain some of the most exquisite and haunting poetry ever written, and deal with eternal subjects such as love and infidelity, memory and mortality, and the destruction wreaked by Time. Also included is A Lover’s Complaint, originally published with the sonnets, in which a young woman is overheard lamenting her betrayal by a heartless seducer. In his illuminating introduction, John Kerrigan examines how the sonnets are intertwined, the ways in which these works have been interpreted and the themes running through them. This edition also includes further reading, commentaries on each poem, a textual history, variant and further sonnets and an index of first lines.


SOBRE O AUTOR

William ShakespearePoeta e dramaturgo inglês nascido em 1564, em Stratford-Upon-Avon, e falecido em 1616. O seu aniversário é comemorado a 23 de abril e sabe-se que foi batizado a 26 de abril de 1564. Stratford-Upon-Avon era então uma próspera cidade mercantil, uma das mais importantes do condado de Warwickshire. Shakespeare frequentou o liceu de Stratford, onde os filhos dos comerciantes da região aprendiam Grego e Latim e recebiam uma educação apropriada à classe média a que pertenciam. São conhecidos poucos factos da vida de Shakespeare entre a altura em que deixou o liceu e o seu aparecimento em Londres como ator e dramaturgo por volta de 1599. No inverno de 1594 integrou a mais importante companhia de teatro isabelina, The Lord Chamberlain’s Men, onde permaneceu até ao final da sua carreira. A companhia deveu à popularidade de Shakespeare o seu lugar privilegiado entre as restantes companhias de teatro até ao encerramento dos teatros pelo Parlamento inglês em 1642.Além de uma coleção de sonetos e de alguns poemas épicos, Shakespeare escreveu exclusivamente para o teatro. As suas 37 peças dividem-se geralmente em três categorias: comédias, dramas históricos e tragédias. Entre os dramas históricos, género que primeiro cultivou, destacam-se Richard III (Ricardo III), Richard II (Ricardo II) e Henry IV (Henrique IV). Entre as suas comédias contam-se Love’s Labour’s Lost, The Comedy of Errors, The Taming of the Shrew, a comédia de intenção séria The Merchant of Venice (O Mercador de Veneza), As You Like It (Como Quiserem) e A Midsummer Night’s Dream (Um Sonho de Uma Noite de verão). A tragédia não é uma forma que pertença exclusivamente a um determinado período na evolução da obra de Shakespeare.


OBRAS DO AUTOR


RELACIONADOS


Voltar