Silêncio – Ondas do Mar

Ormerindo de Sousa Bagarrão

5,00 

Título: Silêncio – Ondas do Mar
Autor: Ormerindo de Sousa Bagarrão
Edição: Junta de Freguesia de Conceição – Tavira
Ano: 1997
Páginas: 232
Encadernação: Mole
Capa: Cassiano Afonso
Depósito Legal: 110583/97
Obs.: Com dedicatória.

SINOPSE

A publicação da obra poética de Ormerindo de Sousa Bagarrão foi, todavia, uma decisão fácil. Raras vezes teremos tido tão clara convicção da prioridade das nossas obrigações. Cada um dos seus poemas constitui um apelo aos sentimentos mais nobres e aos valores mais profundos, os quais devem nortear não só as decisões de todos os que assumem a responsabilidade de gerir os bens, os espaços, os tempos e o sentir colectivo, mas de todos os homens. Silêncio – Ondas do Mar é, assim um grito de revolta contra as injustiças sociais, um apelo ao espírito crítico e ao inconformismo, um hino à solidariedade entre os homens, um cântico à pureza das crianças e da natureza, uma exaltação à paz e à liberdade, como bens imprescindíveis à dignidade dos humanos.


OBRAS DO AUTOR


RELACIONADOS


Voltar