Revolta do Sangue

Fiel à grande lição do romance naturalista, que trouxe para a ficção o preceito da lealdade à verdade, o autor sentiu de seu dever mostrar as realidades interio- restão esquecidas pelos realistas e neo-realistas portu- gueses precisamente porque tem a lealdade de não es- conder as realidades exteriores, por vezes bem feias e torpes.

8,00 

8,00 

informação do livro

Revolta do Sangue de Francisco Costa. Parceria A. M. Pereira. Lisboa, 1946, 484 págs. Mole.

Alfarrabista


[Com uso de fita-cola na zona da lombada]

Fiel à grande lição do romance naturalista, que trouxe para a ficção o preceito da lealdade à verdade, o autor sentiu de seu dever mostrar as realidades interio- restão esquecidas pelos realistas e neo-realistas portu- gueses precisamente porque tem a lealdade de não es- conder as realidades exteriores, por vezes bem feias e torpes.

Peso 470 g

sugestões do alfarrabista

0
    0
    Carrinho
    Carrinho VazioRegressar à Loja