Regresso ao Paraíso

«De modo que da Boa Vista da minha infância
pouco mais já resta que o prazer de usar o tempo.
É uma noção do tempo em que o hoje e o amanhã,
o agora e o mais daqui a bocado, continuam significando
a mesmíssima coisa. E quando para lá ia em férias,
ia sobretudo em busca desse tempo sem relógio,
que é nosso e está por nossa conta.»

«O quebranto era suspeitado quando uma criança ficava de repente com o corpo esmorecido, sobretudo se era uma criança no geral irrequieta ou traquinas. Mas de repente ficava calada, ensimesmada, quase a querer esconder-se pelos cantos da casa, perdida a vivacidade e a capacidade de fazer terribezas. Nesses casos […] decidia-se que a criança tinha sido quebrantada […].

7,00 

7,00 

informação do livro

Regresso ao Paraíso de Germano Almeida. Editorial Caminho. Lisboa, 2015, 292 págs. Mole.

Alfarrabista


Sem apontamentos.

«De modo que da Boa Vista da minha infância
pouco mais já resta que o prazer de usar o tempo.
É uma noção do tempo em que o hoje e o amanhã,
o agora e o mais daqui a bocado, continuam significando
a mesmíssima coisa. E quando para lá ia em férias,
ia sobretudo em busca desse tempo sem relógio,
que é nosso e está por nossa conta.»

«O quebranto era suspeitado quando uma criança ficava de repente com o corpo esmorecido, sobretudo se era uma criança no geral irrequieta ou traquinas. Mas de repente ficava calada, ensimesmada, quase a querer esconder-se pelos cantos da casa, perdida a vivacidade e a capacidade de fazer terribezas. Nesses casos […] decidia-se que a criança tinha sido quebrantada […].

Peso 345 g

sugestões do alfarrabista

0
    0
    Carrinho
    Carrinho VazioRegressar à Loja