Primavera Cinzenta

Primavera Cinzenta de Francisco Costa

Quando todas as personagens nos foram apresentadas e a acção ganha o seu verdadeiro movimento, então convencemo-nos de que estamos, de facto, em frente de um romancista de talento. Dai até ao fim, a obra lê-se com ansiedade, com paixão mesmo: poucas vezes tenho lido um romance português de uma humanidade tão rica e complexa. Não receio dizer que nunca li romance português com um drama mais profundo, mais delicado e mais denso. – João Gaspar Simões

7,00 

informação do livro

Título: Primavera Cinzenta
Autor: Francisco Costa
Edição: Parceria A. M. Pereira
Ano: 1946
Páginas: 402
Encadernação: Mole
Capa: Martins Barata
Obs.: 2 Edição.

Quando todas as personagens nos foram apresentadas e a acção ganha o seu verdadeiro movimento, então convencemo-nos de que estamos, de facto, em frente de um romancista de talento. Dai até ao fim, a obra lê-se com ansiedade, com paixão mesmo: poucas vezes tenho lido um romance português de uma humanidade tão rica e complexa. Não receio dizer que nunca li romance português com um drama mais profundo, mais delicado e mais denso. – João Gaspar Simões

Peso 385 g

sugestões do alfarrabista

0
    0
    Carrinho
    Carrinho VazioRegressar à Loja