Ribatejo na Vida de Camões e na Obra de Fialho

Virgílio Arruda

15,00 

Título: O Ribatejo na Vida de Camões e na Obra de Fialho
Autor: Virgílio Arruda
Edição: Junta Distrital de Santarém
Ano: 1973
Páginas: 242
Encadernação: Mole
Obs.: Com dedicatória do autor.

SOBRE
Existe, portanto, uma ligação familiar do Poeta com o Ribatejo e no sangue que lhe corria nas veias haveria possivelmente, transmitido pelas gerações, qualquer coisa que o levaria nas horas amarguradas do exilio em Constância, a compor com inteira com preensão aquelas éclogas, elegias e sonetos, onde a região transparece em alusões à terra e ao Tejo que nessas horas de tristeza e desalento, levaria nas suas águas as saudades e os sonhos a perderem-se na imen sidade do Oceano que Camões cantou geniais. (…)
Virgilio Arruda teve, no presente trabalho, o condão de saber realçar o encanto dos quadros que o autor de Os Gatos tirou da paisagem e da gente, desde a aguarela policromada do canal por onde a barca deslizava com o barqueiro hercúleo, de cabelo fulvo, onde o sol reverberava, à água-forte dos toiros, na sua expressão mais bela.


OBRAS DO AUTOR


RELACIONADOS


Voltar