O Grau Zero da Escrita Seguido de Elementos de Semiologia

Roland Barthes

Indisponível

Título: O Grau Zero da Escrita Seguido de Elementos de Semiologia
Autor: Roland Barthes
Edição: Edições 70
Colecção | Nº: Signos | 3
Ano: 1977
Páginas: 179
Encadernação: Mole
Capa: João da Câmara Leme
Tradução: Maria Margarida Barahona
Título Original: Le Degré de l’Écriture suivi de Élements de Semiologie

Categoria: Etiqueta:

SOBRE
«Lingua e estilo são forças cegas; a escrita é um acto de solidariedade histórica. Língua e estilo são objectos; a escrita é uma função: é a relação entre a criação e a sociedade, é a linguagem literária transformada pelo seu destino social, é a forma captada na sua intenção humana e ligada assim às grandes crises da História».


SOBRE O AUTOR

Roland BarthesCrítico e linguista francês (1915-1980) nascido em Cherbourg e falecido em Paris. Tornou-se conhecido com a obra Le Degré zéro de l’écriture (O Grau Zero da Escrita, 1953), em que estabeleceu a distinção entre “língua”, “escrita” e “estilo”. Em Critique et Vérité (Crítica e Verdade, 1966), Sur Racine (1963), S/Z, (1970) e Sade, Fourier, Loyola (1971) prosseguiu as suas pesquisas sobre a linguagem, aplicando as teorias estruturalistas. Tornou-se uma figura-chave da chamada “nova crítica” e influenciou duradouramente o grupo Tel Quel. Trabalhou numa semiologia do social em Mythologies, (Mitologias, 1957), Système de la mode (Sistema da Moda, 1967) e L’Empire des signes (O Império dos Signos, 1970). É autor ainda de Barthes par Roland Barthes (1975) e do ensaio moral Fragments d’un discours amoureux (Fragmentos de Um Discurso Amoroso, 1977), entre outros escritos.


OBRAS DO AUTOR


RELACIONADOS


Voltar