O Caminho da Culpa

Joaquim Paço d'Arcos

Indisponível

Título: O Caminho da Culpa
Autor: Joaquim Paço d’Arcos
Edição: Parceira A. M. Pereira
Ano: 1944
Páginas: 387
Encadernação: Mole
Obs.: 1ª Edição. Uso de fita-cola pelo anterior proprietário na zona da lombada.

SOBRE
Incluída no ciclo denominado Crónica da Vida Lisboeta, que segundo António José Saraiva e Óscar Lopes “constitui flagrante depoimento literário sobre os arrivistas e a alta burguesia de meados do século”, a acção da obra O Caminho da Culpa, publicada em 1944, gira em torno de uma jovem da alta burguesia lisboeta, Eugénia Maria Pedrogão, jovem de superior beleza, bem como, de um forte carácter moral, despreza o seu marido, Gil de Macedo. Contudo, após um adultério com Paulo de Morais, o médico da família, virá a morrer de cancro no momento em que percebe estar grávida do seu amante.

Um excerto da obra sintetiza bem a sua trama: “Quando a doença surgiu, escondida na curva dum seio, com suas visões de sofrimento e de morte, Eugénia Maria não possuía um bordão a que se apoiar; entre a afeição de um pai de egoísmo concentrado, o convívio de um marido indiferente e um amor de pecado que lhe enchia os sentidos e a vida, mas só lhe mortificava a alma, ela não tinha em que se firmar e encontrava-se só consigo própria e com o medo pavoroso, o medo gélido da morte e do castigo” (p. 174)

Segundo Fernando Pinto do Amaral, esta obra “além de interrogar com argúcia o drama pessoal da protagonista, este romance oferece-nos um bom retrato da vida mundana da Lisboa de meados do século XX”. Apesar de, segundo Maria Helena Carvalhão Buescu, o autor não “se libertar do aristocratismo da escrita” consegue ser “hábil construtor da intriga”, sendo isso visivel nesta harmoniosa e bela obra


OBRAS DO AUTOR


RELACIONADOS


Voltar