Minas de Salomão

«Bum! Bum! Bum! O elefante do barão tombou redondo, varado no coração. O meu caiu pesadamente sobre os joelhos; mas quando pensei que ia desabar para o lado, morto, vejo a enorme massa que se ergue e larga galopando por diante de mim. Meti-lhe segunda bala na ilharga, que 0 abateu. À pressa, com dois cartuchos mais na carabina, corri para ele e findei-lhe misericordiosamente a agonia.»

As Minas de Salomão é o mais popular romance de aventuras da era vitoriana. Publicado em 1885, beneficiando à época da maior campanha publicitária feita à edição de um livro, com letreiros e cartazes por toda a Londres anunciando «The Most Amazing Book Ever Written», torna-se um best-seller imediato. Apesar de ter sido em finais do século XIX que grandes exploradores começam a descobrir e a revelar civilizações e cidades perdidas, a África negra permanece ainda quase desconhecida. As Minas de Salomão serão o primeiro romance sobre a aventura africana publicado em inglês.
Captando a atenção e imaginação dos leitores de todas as idades, o romance leva-nos à descoberta de uma África inexplorada por um grupo de aventureiros conduzido por Alão Quartelmar. É uma obra precursora do género literário Lost World, onde se incluem os romances de fantasia ou ficção científica que envolvem a descoberta de novos mundos

3,00 

3,00 

informação do livro

Minas de Salomão de Henry Rider Haggard. Público. 2011, 253 págs. Encadernação Editorial.

Sem apontamentos

As Minas de Salomão é o mais popular romance de aventuras da era vitoriana. Publicado em 1885, beneficiando à época da maior campanha publicitária feita à edição de um livro, com letreiros e cartazes por toda a Londres anunciando «The Most Amazing Book Ever Written», torna-se um best-seller imediato. Apesar de ter sido em finais do século XIX que grandes exploradores começam a descobrir e a revelar civilizações e cidades perdidas, a África negra permanece ainda quase desconhecida. As Minas de Salomão serão o primeiro romance sobre a aventura africana publicado em inglês.
Captando a atenção e imaginação dos leitores de todas as idades, o romance leva-nos à descoberta de uma África inexplorada por um grupo de aventureiros conduzido por Alão Quartelmar. É uma obra precursora do género literário Lost World, onde se incluem os romances de fantasia ou ficção científica que envolvem a descoberta de novos mundos

Peso 340 g

sugestões do alfarrabista

0
    0
    Carrinho
    Carrinho VazioRegressar à Loja