Miguel Ângelo

Marcel Brion

6,50 

Título: Miguel Ângelo
Autor: Marcel Brion
Edição: Aster
Colecção | Nº: Grandes Figuras
Ano: s.d.
Páginas: 290
Encadernação: Mole
Tradução: Carlos de Miranda
Título Original: Michel-Ange
Obs: Assinatura de posse.

SOBRE
Aos oitenta e dois anos, alquebrado e doente. Miguel Angelo ainda não tinha abandonado as obras de S. Pedro.
A morte tinha ceifado já a maior parte dos seus amigos inimigos. Ele continuava a viver. so com as suas sombras e com as figuras a que tinha dado vida. Porque cada uma foi uma etapa da sua longa car reira, desde o Fauno que atraiu as atenções do Magnifico à Conversão de São Paulo que a terna amizade da velhice por Vittoria Colonna inspirou.
A vida não lhe negou nada do que aos génios costuma dar:
protectores como Lourenço de Médicis, Soderini, Aldovrandi, os Papas da Renascença; com petidores como Leonardo da Vinci e Rafael; projectos gigantescos para a sua ânsia do colossal. A própria época, mar cada pela redescoberta de valo res adormecidos, pela desorien tação das consciências e pela agitação das coisas públicas, foi uma fonte de inspiração e de estimulo para este homem que vasou os valores eternos em for mas novas e cuja obra continua a ofuscar através dos séculos.


SOBRE O AUTOR

Marcel BrionMarcel Brion (1895-1984). Ensaísta, crítico literário, romancista e historiador francês.  Da sua bibliografia destacam-se as obras: Le Pape et le Prince – Les Borgia (1953) ; Kandinsky (1960); L’Allemagne romantique (1962-78).

 

 

 

 


OBRAS DO AUTOR


RELACIONADOS


Voltar