Materialismo Dialéctico

Materialismo Dialéctico de Wilhelm Reich.

Depois de Max Weber, a Biblioteca das Ciências Humanas apresenta agora o psicanalista e teórico Wilhelm Reich, através da sua obra Materialismo Dialèctico e Psicanálise. Produzida embora em 1929 e actualizada em 1934, esta obra, que polemiza, dentro do materialismo dialéctico, contra uma estabilização de conceitos tendente a bloquear o desenvolvimento da teoria psicanalítica, aparece hoje com uma nova actualidade. Tal actualidade, que permite considerar Materialismo Dialéctico e Psicanálise como um Importante documento da recente reabertura do processo da Psicanálise, deve-se quer à reformulação metodológica levada a cabo por Wilhelm Reich, quer à dilucidação de alguns pontos fulcrais neste sector do conhecimento. No. centro da investigação de Reich está o problema das relações entre o individuo e a sociedade e, consequentemente, de uma adequação metodológica a este objecto de estudo, sem incorrer em reduções ou extrapolações que afectem a especificidade da psicanálise, Para além de possíveis aspectos controversos, o conteúdo desta obra abre um campo de reflexões àqueles que procuram um estatuto cientifico para a psicanálise.

5,00 

informação do livro

Título: Materialismo Dialéctico
Autor: Wilhelm Reich
Edição: Presença
Colecção | Nº: Biblioteca de Ciências Humanas | 2
Ano: 1975
Páginas: 167
Encadernação: Mole
Capa: F. C.
Tradução: Joaquim José Moura Ramos

Depois de Max Weber, a Biblioteca das Ciências Humanas apresenta agora o psicanalista e teórico Wilhelm Reich, através da sua obra Materialismo Dialèctico e Psicanálise. Produzida embora em 1929 e actualizada em 1934, esta obra, que polemiza, dentro do materialismo dialéctico, contra uma estabilização de conceitos tendente a bloquear o desenvolvimento da teoria psicanalítica, aparece hoje com uma nova actualidade. Tal actualidade, que permite considerar Materialismo Dialéctico e Psicanálise como um Importante documento da recente reabertura do processo da Psicanálise, deve-se quer à reformulação metodológica levada a cabo por Wilhelm Reich, quer à dilucidação de alguns pontos fulcrais neste sector do conhecimento. No. centro da investigação de Reich está o problema das relações entre o individuo e a sociedade e, consequentemente, de uma adequação metodológica a este objecto de estudo, sem incorrer em reduções ou extrapolações que afectem a especificidade da psicanálise, Para além de possíveis aspectos controversos, o conteúdo desta obra abre um campo de reflexões àqueles que procuram um estatuto cientifico para a psicanálise.

Peso 155 g

sugestões do alfarrabista

0
    0
    Carrinho
    Carrinho VazioRegressar à Loja