Ilha Doida

«VOAR… VOAR…
Nessa noite sonhou. E sonhou que voava. O seu corpo, mais ligeiro do que uma ave, desprendia-se da terra e pairava.»

Segundo Eduardo Lourenço, Ilha Doida é “(…) uma mistura de queirozianismo e de realismo concreto, crú e chão dos nossos neo-realistas (…)”.

Inserido na colecção coimbrã Novos Prosadores, com capa da brochura ilustrada por Victor Palla.

15,00 

15,00 

informação do livro

Ilha Doida de Joaquim Ferrer. Coimbra Editora. Coimbra, 1945, 394 págs. Mole.

Alfarrabista


Assinatura de posse. 1ª Edição.

Segundo Eduardo Lourenço, Ilha Doida é “(…) uma mistura de queirozianismo e de realismo concreto, crú e chão dos nossos neo-realistas (…)”.

Inserido na colecção coimbrã Novos Prosadores, com capa da brochura ilustrada por Victor Palla.

Peso 535 g

sugestões do alfarrabista

0
    0
    Carrinho
    Carrinho VazioRegressar à Loja