Ilha de Campiro

O mar fizera um pacto com o céu e a própria serenidade que as estrelas teciam entre si cosia as ondas do oceano, manso, aquietado, repousando a sua lenta respiração cansada. Campiro, a sós com o seu pensamento, traçava a silhueta dos contornos do corpo amado na tela azul-oceano. A vida estava cheia de erros, de fugas.

Ilha de Campiro de Víctor Álamo de la Rosa

Resolver uma paixão poderia significar o encontro com a felicidade. Só que, por vezes, o desejo pode mais do que a própria vida.
Neste romance, sucedem-se as «forças» ocultas das paixões, libertam-se as presas dos instintos, e as personagens, envoltas na sua própria ânsia de viver, procuram desesperadamente um destino.
Campiro, um pescador que vive na enigmática ilha Menor – reflexo da ilha de Hierro, nas Canárias –, envolve-se num dramático triângulo amoroso formado por Celedonia Jesús, personagem dominada por uma inconfessável dependência sexual, e por Hans Marcus Müll, um oficial do exército alemão que, sob a capa de cientista, era o elo de ligação com a frota de submarinos «escondida» por Hitler no Atlântico, alguns deles nessa emblemática ilha, no mar das Calmarias.
Amor, desejo sem limites e aventuras dão a mão numa obra que representa um verdadeiro acontecimento para a literatura espanhola actual.

7,00 

informação do livro

Título: Ilha de Campiro
Autor: Víctor Álamo de la Rosa
Edição: Casa das Letras
Ano: 2001
Páginas: 338
Encadernação: Dura
Tradução: Ana Mafalda Tello
Depósito Legal: 227436/05
ISBN: 972-46-1606-1

Alfarrabista

 

Sem apontamentos

Resolver uma paixão poderia significar o encontro com a felicidade. Só que, por vezes, o desejo pode mais do que a própria vida.
Neste romance, sucedem-se as «forças» ocultas das paixões, libertam-se as presas dos instintos, e as personagens, envoltas na sua própria ânsia de viver, procuram desesperadamente um destino.
Campiro, um pescador que vive na enigmática ilha Menor – reflexo da ilha de Hierro, nas Canárias –, envolve-se num dramático triângulo amoroso formado por Celedonia Jesús, personagem dominada por uma inconfessável dependência sexual, e por Hans Marcus Müll, um oficial do exército alemão que, sob a capa de cientista, era o elo de ligação com a frota de submarinos «escondida» por Hitler no Atlântico, alguns deles nessa emblemática ilha, no mar das Calmarias.
Amor, desejo sem limites e aventuras dão a mão numa obra que representa um verdadeiro acontecimento para a literatura espanhola actual.

Peso 555 g

sugestões do alfarrabista

0
    0
    Carrinho
    Carrinho VazioRegressar à Loja