Homens e as Sombras

«O Espanhol já lá ia adiante, mas deteve-se, à espera, quando ouviu o ruído dos socos nas pedras. As lâminas das enxadas resplandeciam ao sol, como se cada homem levasse sobre si um feixe de luz; e os clarões corriam por entre os quelhos imundos, contornavam as lombas, submergiam-se nos baixios e voltavam a resplandecer, lá no alto, como se pudessem ofuscar a claridade do dia, dissolvida nas nuvens baixas que se desfaziam em farripas, naquele céu triste.»

Homens e as Sombras de Alves Redol.

Nas terras conquistadas às fragas das montanhas, ao preço de heroísmos e tragédias sem conta os homens do Douro criam, num milagre de sacrifício e persistência, um vinho que se impõe no mercado mundial. Port Wine o vinho dos ingleses é dos apreciadores de todo o mundo, é. para os paladares delicados daqueles que o saboreiam, verdadeiro sol engarrafados, Mas só a gente do Douro sabe quanto custa cada gota desse vinho: vinho do Douro é sangue dos homens. Os Homens e as Sombras é o segundo volume do Ciclo Port Wines, que Alves Redol concebeu como monumento á epopeia soberana entre as demais dos Durienses. A história dramática e emocionante dos homens que, nos xistos abruptos do Douro, criam para o mundo um sol engarrafados ressalta destas páginas vigorosas e emotivas com a nitidez e o vigor que lhe empresta a pena de um dos maiores nomes do realismo português.

INDISPONÍVEL

Categoria Autor

informação do livro

Título: Homens e as Sombras
Autor: Alves Redol
Edição: Publicações Europa-América
Ano: 1981
Páginas: 340
Encadernação: Mole

Alfarrabista

 

Sem apontamentos

António Alves Redol nasceu em Vila Franca de Xira no dia 29 de Dezembro de 1911 e faleceu em Lisboa no dia 29 de Novembro de 1969. Era filho de um comerciante modesto. Trabalhou como operário em Angola durante alguns anos. Quando regressou a Portugal em 1936, juntou-se ao movimento que se opunha ao Estado Novo, tornando-se militante do Partido Comunista. Dedica-se à ficção tornando-se um dos principais romancistas de tendência neo-realista.


Nas terras conquistadas às fragas das montanhas, ao preço de heroísmos e tragédias sem conta os homens do Douro criam, num milagre de sacrifício e persistência, um vinho que se impõe no mercado mundial. Port Wine o vinho dos ingleses é dos apreciadores de todo o mundo, é. para os paladares delicados daqueles que o saboreiam, verdadeiro sol engarrafados, Mas só a gente do Douro sabe quanto custa cada gota desse vinho: vinho do Douro é sangue dos homens. Os Homens e as Sombras é o segundo volume do Ciclo Port Wines, que Alves Redol concebeu como monumento á epopeia soberana entre as demais dos Durienses. A história dramática e emocionante dos homens que, nos xistos abruptos do Douro, criam para o mundo um sol engarrafados ressalta destas páginas vigorosas e emotivas com a nitidez e o vigor que lhe empresta a pena de um dos maiores nomes do realismo português.

Peso 480 g

sugestões do alfarrabista

0
    0
    Carrinho
    Carrinho VazioRegressar à Loja