Grilos Não Cantam ao Domingo

Grilos Não Cantam ao Domingo de Santos Fernando

Os contos que o autor seleccionou representam, de facto, uma panorâmica riquíssima da imaginação, do estilo e da técnica literária de quem, corajosa e persistentemente, tem sido o escritor do humorismo sem transigências com os fáceis efeitos da gargalhada vazia. Desde a visão «non-sense» da vida quotidiana, até algumas pinceladas do humor-surreal dessa mesma vida (este último aspecto é saborosamente inédito na história do riso português) tudo flui da transbordante vitalidade do «humor-pelo-humor» de que Santos Fernando tem feito bandeira de primeira linha do seu árduo combate.
OS GRILOS NÃO CANTAM AO DOMINGO encerra muito da expressão fiel de uma época em que o bom humor se integra (ou se desintegra) na velocidade de existir. No entanto, deste humorismo de Santos Fernando, ficará por algum tempo aquele reconfortante e bondoso sorriso interior que ainda no faz acreditar na reconciliação com a alegria de viver.

10,00 

informação do livro

Título: Grilos Não Cantam ao Domingo
Autor: Santos Fernando
Edição: Parceira A. M. Pereira
Ano: 1969
Páginas: 337
Encadernação: Mole

Alfarrabista

 

Assinatura de posse.

Os contos que o autor seleccionou representam, de facto, uma panorâmica riquíssima da imaginação, do estilo e da técnica literária de quem, corajosa e persistentemente, tem sido o escritor do humorismo sem transigências com os fáceis efeitos da gargalhada vazia. Desde a visão «non-sense» da vida quotidiana, até algumas pinceladas do humor-surreal dessa mesma vida (este último aspecto é saborosamente inédito na história do riso português) tudo flui da transbordante vitalidade do «humor-pelo-humor» de que Santos Fernando tem feito bandeira de primeira linha do seu árduo combate.
OS GRILOS NÃO CANTAM AO DOMINGO encerra muito da expressão fiel de uma época em que o bom humor se integra (ou se desintegra) na velocidade de existir. No entanto, deste humorismo de Santos Fernando, ficará por algum tempo aquele reconfortante e bondoso sorriso interior que ainda no faz acreditar na reconciliação com a alegria de viver.

Peso 450 g

sugestões do alfarrabista

0
    0
    Carrinho
    Carrinho VazioRegressar à Loja