Fragmentos

Estes fragmentos são filhos das insatisfações estéticas, tantas vezes torturantes e secretas, que sentem os escritores do Mundo inteiro e também das cancelas cerradas perante a liberdade de pensamento que dificultam, há já muitos anos, os passos espontâneos dos escritores portugueses. Que os dificultam de tão persistente maneira que ainda não sei se terão livre trânsito estas páginas que escrevo hoje hoje, 16 de Julho de 1969- dia resplandecente para o génio humano da nossa época, dia em que três homens, rompendo todos os aros da Terra, partiram para deflorar a Lua sobre as suas virgens soledades, prodigiosa aventura decerto sonhada e sempre adiada por incontáveis triliões de outros homens, desde que a Humanidade nasceu.

3,50 

3,50 

informação do livro

Fragmentos de Ferreira de Castro. Círculo de Leitores. Lisboa, 1985, 258 págs. Dura.

Alfarrabista


Sem apontamentos.

Estes fragmentos são filhos das insatisfações estéticas, tantas vezes torturantes e secretas, que sentem os escritores do Mundo inteiro e também das cancelas cerradas perante a liberdade de pensamento que dificultam, há já muitos anos, os passos espontâneos dos escritores portugueses. Que os dificultam de tão persistente maneira que ainda não sei se terão livre trânsito estas páginas que escrevo hoje hoje, 16 de Julho de 1969- dia resplandecente para o génio humano da nossa época, dia em que três homens, rompendo todos os aros da Terra, partiram para deflorar a Lua sobre as suas virgens soledades, prodigiosa aventura decerto sonhada e sempre adiada por incontáveis triliões de outros homens, desde que a Humanidade nasceu.

Peso 345 g

sugestões do alfarrabista

0
    0
    Carrinho
    Carrinho VazioRegressar à Loja