Exercício no Futuro

Clara emerge da água como uma flor aberta, gote- jante. E toma-me essa ternura especialíssima feita de mim mesmo, da própria essência de mim e que apenas ela consegue fazer despertar. As espáduas estreitas, os seios pequenos, as ancas alargando-se desde a cintura, enquadrando os rins onde deponho os lábios – tudo isto faz parte duma beleza intemporal que reside no meu próprio ser. O lençol de banho, branco, felpudo, de- bruado a azul, talvez a roxo, envolve este corpo que vou estreitar, aniquilado pelo meu desejo, humilhado porque os actos, os gestos só secundariamente me pertencem. Inclino-me sobre ele e reflito, reflito que amo esta mulher, com uma intensidade que me ultrapassa e escraviza, mas que, amando-a assim, não é bem a ela que amo: o que nela desperta o meu amor o seu andar, o seu rosto, o seu olhar-são apenas pontos de referência para um caminhante que vem de longe à procura de algo essencial que não pode encontrar em parte nenhuma, porque dentro dele reside

6,00 

6,00 

informação do livro

Exercício no Futuro de Américo Guerreiro de Sousa. Guimarães Editores. Lisboa, 1980, 143 págs. Brochado.

Alfarrabista


[Assinatura de posse]

Clara emerge da água como uma flor aberta, gote- jante. E toma-me essa ternura especialíssima feita de mim mesmo, da própria essência de mim e que apenas ela consegue fazer despertar. As espáduas estreitas, os seios pequenos, as ancas alargando-se desde a cintura, enquadrando os rins onde deponho os lábios – tudo isto faz parte duma beleza intemporal que reside no meu próprio ser. O lençol de banho, branco, felpudo, de- bruado a azul, talvez a roxo, envolve este corpo que vou estreitar, aniquilado pelo meu desejo, humilhado porque os actos, os gestos só secundariamente me pertencem. Inclino-me sobre ele e reflito, reflito que amo esta mulher, com uma intensidade que me ultrapassa e escraviza, mas que, amando-a assim, não é bem a ela que amo: o que nela desperta o meu amor o seu andar, o seu rosto, o seu olhar-são apenas pontos de referência para um caminhante que vem de longe à procura de algo essencial que não pode encontrar em parte nenhuma, porque dentro dele reside

Peso 210 g

sugestões do alfarrabista

0
    0
    Carrinho
    Carrinho VazioRegressar à Loja