Diálogos em Família

Não há muito, a educação desenvolvia-se no imperativo que empregava o patriarca todo-poderoso: «As crianças falam na sua vez e a sua vez nunca chega.» Hoje, a transformação da célula familiar, a da sociedade, e as descobertas mais recentes da psicologia obrigaram os pais a convencer em vez de impor: é a era do diálogo. Mas os pais que não dialogaram com os seus sentem-se desarmados. Uma mãe de família, adestrada por uma experiência múltipla, formula aqui o número de ouro da comunicação familiar: Escutar – Responder – Dialogar Escrever. Esta mulher prática prefere, à teoria e aos princípios, levar os outros pelos caminhos que ela percorreu e, no âmago da vida, mostrar-lhes a voz dialógica que se expande.

Diálogos em Família de Marie-Madeleine Martinie

Não há muito, a educação desenvolvia-se no imperativo que empregava o patriarca todo-poderoso: «As crianças falam na sua vez e a sua vez nunca chega.» Hoje, a transformação da célula familiar, a da sociedade, e as descobertas mais recentes da psicologia obrigaram os pais a convencer em vez de impor: é a era do diálogo. Mas os pais que não dialogaram com os seus sentem-se desarmados. Uma mãe de família, adestrada por uma experiência múltipla, formula aqui o número de ouro da comunicação familiar: Escutar – Responder – Dialogar Escrever. Esta mulher prática prefere, à teoria e aos princípios, levar os outros pelos caminhos que ela percorreu e, no âmago da vida, mostrar-lhes a voz dialógica que se expande.

5,00 

informação do livro

Título: Diálogos em Família
Autor: Marie-Madeleine Martinie
Edição: Pórtico
Colecção | Nº: Formação Humana | 22
Ano: s.d.
Páginas: 239
Encadernação: Mole

Não há muito, a educação desenvolvia-se no imperativo que empregava o patriarca todo-poderoso: «As crianças falam na sua vez e a sua vez nunca chega.» Hoje, a transformação da célula familiar, a da sociedade, e as descobertas mais recentes da psicologia obrigaram os pais a convencer em vez de impor: é a era do diálogo. Mas os pais que não dialogaram com os seus sentem-se desarmados. Uma mãe de família, adestrada por uma experiência múltipla, formula aqui o número de ouro da comunicação familiar: Escutar – Responder – Dialogar Escrever. Esta mulher prática prefere, à teoria e aos princípios, levar os outros pelos caminhos que ela percorreu e, no âmago da vida, mostrar-lhes a voz dialógica que se expande.

Peso 275 g

sugestões do alfarrabista

0
    0
    Carrinho
    Carrinho VazioRegressar à Loja