Crónicas do Arco da Velha

Crónicas do Arco da Velha de Santos Costa

No guinhol destes contos pontuam lavradores, nobres, vigaristas e contrabandistas, larapios, bandidos de faca e trabuco, funcionários públicos e outras pragas que valha-nos Deus, filósofos rurais, lobisomens e bruxas, a fazerem coisas do arco da velba.

Esgotado

informação do livro

Crónicas do Arco da Velha de Santos Costa. Autoedição. Viseu, 1985, 177 págs. Mole.

Alfarrabista

 

Assinatura de posse

No guinhol destes contos pontuam lavradores, nobres, vigaristas e contrabandistas, larapios, bandidos de faca e trabuco, funcionários públicos e outras pragas que valha-nos Deus, filósofos rurais, lobisomens e bruxas, a fazerem coisas do arco da velba.

Peso 240 g

sugestões do alfarrabista

0
    0
    Carrinho
    Carrinho VazioRegressar à Loja