Cadeira de Braços

“A Maria do Amparo levanta-se, fecha a luz e volta para o quarto porque está com sono. Q Alberto dorme serenamente. Ela mete a mão com subtileza por baixo dos lençóis e apalpa. Mas está tudo bem. Respira fundo e deita-se. A respiração do Alberto embala-a e traz-lhe recordações. A Maria do Amparo sorri e puxa a roupa até ao queixo.”

6,00 

6,00 

informação do livro

Cadeira de Braços de Madalena Caixeiro. Quarteto Editora. Coimbra, 2002, 222 págs. Brochado.

Alfarrabista


Sem apontamentos.

“A Maria do Amparo levanta-se, fecha a luz e volta para o quarto porque está com sono. Q Alberto dorme serenamente. Ela mete a mão com subtileza por baixo dos lençóis e apalpa. Mas está tudo bem. Respira fundo e deita-se. A respiração do Alberto embala-a e traz-lhe recordações. A Maria do Amparo sorri e puxa a roupa até ao queixo.”

Peso 320 g

sugestões do alfarrabista

0
    0
    Carrinho
    Carrinho VazioRegressar à Loja