Boletim nº 37 de Academia Internacional da Cultura Portuguesa

Falar de Segurança e Defesa europeias é tarefa difícil e ingrata.
Difícil, no sentido em que nos debruçamos sobre um sector mais fértil em retóricas e desejos, do que em actos e realizações. Ingrata, porque se tem havido domínios do processo de construção europeia com elevado grau de indefinição, constrangimento e até ambiguidade, a “Segurança e Defesa” é um deles.

INDISPONÍVEL

informação do livro

Título: Boletim nº 37
Autor: Academia Internacional da Cultura Portuguesa
Edição: Academia Internacional da Cultura Portuguesa
Ano: 2010
Páginas: 336
Encadernação: Mole
Depósito Legal: 68080/93

Falar de Segurança e Defesa europeias é tarefa difícil e ingrata.
Difícil, no sentido em que nos debruçamos sobre um sector mais fértil em retóricas e desejos, do que em actos e realizações. Ingrata, porque se tem havido domínios do processo de construção europeia com elevado grau de indefinição, constrangimento e até ambiguidade, a “Segurança e Defesa” é um deles.

Peso 601 g

sugestões do alfarrabista

0
    0
    Carrinho
    Carrinho VazioRegressar à Loja