Bandeira Preta

«- Os vossos soldados não esperavam os foguetes de recepção e assustaram-se. Fugiram por onde puderam. Os oficiais que vinham a cavalo seguiram-nos. Dificuldades de comando. Compreende-se: sem Vossas Excelências… Agora há-de ser difícil juntá-los outra vez. Façam favor de vir connosco. p. 89

“Bandeira Preta é a aventura de uma adolescência temperada pela seiva do meio rural, onde nos surgem duas figuras de recorte inesquecível: o ‘capitão D. Pedro’ e o seu ‘piloto Chinca’. (…) Olhar pousado na essência das coisas e das gentes, vizinho da pulsação vital do homem, eis o que Branquinho da Fonseca nos revela nesta colectânea de contos em que alinha, num fruir voluptuoso da própria inspiração, o Sol e as árvores, as sombras e a água, os montes e os outeiros (…)”. — texto retirado da badana.

Indisponível

Esgotado

Indisponível

Esgotado

Categoria

informação do livro

Bandeira Preta de Branquinho da Fonseca. Portugália Editora. Lisboa, 1966, 211 págs. Mole.

Alfarrabista


[Exemplar por abrir]

“Bandeira Preta é a aventura de uma adolescência temperada pela seiva do meio rural, onde nos surgem duas figuras de recorte inesquecível: o ‘capitão D. Pedro’ e o seu ‘piloto Chinca’. (…) Olhar pousado na essência das coisas e das gentes, vizinho da pulsação vital do homem, eis o que Branquinho da Fonseca nos revela nesta colectânea de contos em que alinha, num fruir voluptuoso da própria inspiração, o Sol e as árvores, as sombras e a água, os montes e os outeiros (…)”. — texto retirado da badana.

Peso 240 g

sugestões do alfarrabista

0
    0
    Carrinho
    Carrinho VazioRegressar à Loja