Até Ficar Rouco

«Mas, ao contrário do que se passa nos outros países, em que os inquéritos têm princípio, meio e fim, com a divulgação pública dos resultados, entre nós os inquéritos têm, normalmente, um espectacular lançamento imediato, a seguir aos acontecimentos, depois um longo arrastar dos trabalhos até o inquérito cair no esquecimento e nunca mais se falar nisso.»

Até Ficar Rouco reúne crónicas do autor escritas nos últimos anos. Delas ressalta uma expressiva imagem da realidade moçambicana hoje – as suas taras, as suas contradições, os abusos, as injustiças, mas também a grande esperança que se mantém viva no coração de todos os moçambicanos.
Com lucidez, sarcasmo, ironia, Machado da Graça presta, com estas crónicas. um serviço inestimável à obra da reconstrução nacional.

7,00 

7,00 

informação do livro

Até Ficar Rouco de Machado da Graça. Editora Ndjira. Maputo, 1996, 175 págs. Mole.

Alfarrabista

Sem apontamentos.

Até Ficar Rouco reúne crónicas do autor escritas nos últimos anos. Delas ressalta uma expressiva imagem da realidade moçambicana hoje – as suas taras, as suas contradições, os abusos, as injustiças, mas também a grande esperança que se mantém viva no coração de todos os moçambicanos.
Com lucidez, sarcasmo, ironia, Machado da Graça presta, com estas crónicas. um serviço inestimável à obra da reconstrução nacional.

Peso 235 g

sugestões do alfarrabista

0
    0
    Carrinho
    Carrinho VazioRegressar à Loja