Máscaras Nigromantes

Se um dos propósitos centrais que anima As Máscaras Nigromantes é o de ten tar, no domínio que estiver ao nosso alcance, aliar o rigor da erudição heurística à criatividade hermenêutica, o título escolhido exemplariza esta intenção: por um lado, propondo uma definição metafórica operativa que englobe compreensiva mente um olhar analítico sobre a dramaturgia patriciana (a figura da nigromância, dramatizada em máscaras teatrais); por outro lado, desenvolvendo aquilo que designamos como uma leitura (entre o universo das possíveis) em torno de textos que aparecem sob a forma de teatro escrito. Subjaz, portanto, a esta última vertente, uma convicção que postula a existência de um teatro virtual, imanente ao objecto dramatúrgico, que inclui em si modelos de encenabilidade, passíveis de apreciação crítica. Designamos então esta teatralidade implícita (que se não confunde nem se pretende sobrepor à explicitude teatral cénica que coloca um texto, ou versão dele, em acto representacional, constituindo-o em espectáculo) por teatro escrito, configurando a possibilidade de aferir a especificidade do texto literário dramático através da sua intencionalidade cénica intrínseca. Isto mostra-se especialmente relevante quando tratamos de uma obra dramatúrgica como a patriciana, de cujas realização escrita e recepção em leitura à época de vida do autor estiveram inteiramente ausentes a concretização espectacular em palco desses mesmos textos.

Indisponível

Esgotado

Indisponível

Esgotado

informação do livro

Título: As Máscaras Nigromantes
Autor: Armando Nascimento Rosa
Edição: Assírio & Alvim
Ano: 2003
Páginas: 584
Encadernação: Mole
Título Completo: As Máscaras Nigromantes: uma leitura do teatro escrito de António Patrício
Depósito Legal: 201210/03
ISBN: 972-37-0855-8

Se um dos propósitos centrais que anima As Máscaras Nigromantes é o de ten tar, no domínio que estiver ao nosso alcance, aliar o rigor da erudição heurística à criatividade hermenêutica, o título escolhido exemplariza esta intenção: por um lado, propondo uma definição metafórica operativa que englobe compreensiva mente um olhar analítico sobre a dramaturgia patriciana (a figura da nigromância, dramatizada em máscaras teatrais); por outro lado, desenvolvendo aquilo que designamos como uma leitura (entre o universo das possíveis) em torno de textos que aparecem sob a forma de teatro escrito. Subjaz, portanto, a esta última vertente, uma convicção que postula a existência de um teatro virtual, imanente ao objecto dramatúrgico, que inclui em si modelos de encenabilidade, passíveis de apreciação crítica. Designamos então esta teatralidade implícita (que se não confunde nem se pretende sobrepor à explicitude teatral cénica que coloca um texto, ou versão dele, em acto representacional, constituindo-o em espectáculo) por teatro escrito, configurando a possibilidade de aferir a especificidade do texto literário dramático através da sua intencionalidade cénica intrínseca. Isto mostra-se especialmente relevante quando tratamos de uma obra dramatúrgica como a patriciana, de cujas realização escrita e recepção em leitura à época de vida do autor estiveram inteiramente ausentes a concretização espectacular em palco desses mesmos textos.

Peso 999 g

sugestões do alfarrabista

0
    0
    Carrinho
    Carrinho VazioRegressar à Loja