Antero de Quental

João Gaspar Simões

Indisponível

Título: Antero de Quental
Autor: João Gaspar Simões
Edição: Presença
Colecção | Nº: Biografia de Bolso
Ano: 1962
Páginas: 262
Encadernação: Mole
Capa: António Charrua
Obs.: Com dedicatória do autor.

SOBRE
Antero de Quental é, incontestàvelmente, uma das maiores figuras da nossa cultura. A par do poeta notável que foi, criador dos mais belos sonetos da poesia portuguesa, Antero revelou-se um pensador emérito e, essencialmente, uma consciência de rara lucidez perante os problemas do seu tempo. Foi ele um dos grandes impulsionadores das célebres Conferências do Casino e um dos nomes mais destacados da brilhante Geração de 1870. Evidenciou na primeira fase da sua vida qualidades de vigoroso polemista, através de vários manifestos, entre eles a famosa carta «Bom Senso e Bom Gosto» dirigida a António Feliciano de Castilho, em que reage contra o compadrio literário e a estagnação da poesia ultra-romântica. Os últimos anos de Antero foram repassados de amargor e sofrimento moral, que cu minaram com o trágico desenlace de Setembro de 1891. No presente volume, João Gaspar Simões dá-nos de forma límpida e viva a biografia de Antero e um ensaio interpretativo e crítico do seu pensamento e obra, rematando com uma recolha de alguns dos textos mais significativos da sua prosa bem como uma antologia da sua obra poética.


OBRAS DO AUTOR


RELACIONADOS


Voltar