A Restauração em Évora (1640-1645)

Gabriel Pereira

7,50 

Título: A Restauração em Évora (1640-1645)
Autor: Gabriel Pereira
Edição: Minerva Eborense
Colecção | Nº: Estudos Eborenses | 13
Ano: 1887
Páginas: 27
Encadernação: Mole
Obs.: Contracapa descolada

SOBRE
ACCLAMAÇÃO DE D. JOÃO IV. AGRADECIMENTO D’EL-REL. ORGANISAÇÃO DE FORÇAS DE CAVALLARIA E INFANTERIA. A QUESTÃO ECONOMICA, D. JOAO IV VEM A EVORA, O CRUCIFIXO DO MILAGRE. ENTRADA SOLEMNE. VISITA AO COLLEGIO DOS JESUITAS. FALTA DE SEGURANÇA NA CIDADE, A RONDA D’EL-REL. A PORTA FALSA DO PALACIO DOS BASTOS. LOPO TAVARES E LUIZ MATTOSO. UM DUELO DO ALCAIDE MATTOSO. OS DOIS CAUDILHOS POPULARES DAS ALTERAÇÕES ». MONTIJO. O TERÇO DEVORA. O “S. JORGE» D’EVORA NO DIA DA BAT ALHA O DESASTRE DO 2. TERÇO, OU TERÇO NOVO D’EVORA, NA ALCARAVIÇA.


SOBRE O AUTOR

Gabriel Pereira

(1847 – 1911)

Conservador e Director da Biblioteca Nacional, cargo que exerceu entre 1888 e 1902. encontrou em Évora um conjunto de fundos bibliográficos e arquivísticos assim como um vasto espólio arqueológico de suporte ao seu trabalho enquanto erudito. Dirigiu, juntamente com Enrique Casanova, a revista de arqueologia A Arte Portuguesa (1905). Traduziu do latim os grandes escritores gregos e romanos, nomeadamente Estrabão e Plínio, que caracterizaram a geografia da Península Ibérica. Uma das suas obras mais conhecidas, Estudos Eborenses, constitui uma importante referência para a história da cidade de Évora.


OBRAS DO AUTOR


RELACIONADOS


Voltar