A Mulher na Sociedade Portuguesa

António de Oliveira

20,00 

Título: A Mulher na Sociedade Portuguesa
Autor: António de Oliveira
Edição: Universidade de Coimbra
Ano: 1986
Páginas: 2 vols
Encadernação: Mole

Categorias: , Etiqueta:

ÍNDICEJOSÉ
A MULHER E A FAMÍLIA

MATTOSO, A mulher e a família – p. 35
MARIA HELENA DA CRUZ COELHO E LEONTINA VENTURA, A mulher como um bem e os bens da mulher – p. 51
ISABEL CRISTINA DOS GUIMARÃES SANCHES E SÁ E MARIA EUGÉNIA MATOS FERNANDES, A mulher e a estruturação do património familiar – p. 91
MARGARIDA DURÃES, Condição feminina e repartição do património: a camponesa minhota — séculos XVIII-XIX – p. 117
FERNANDO CATROGA, A laicização do casamento e o feminismo republicano – p, 135
RUI CASCÃO, Família e divórcio na Primeira República – p. 153
MANUELA LOBO DA COSTA SIMÕES, Um divórcio no 1.° quartel do século XIX – p. 171
LUÍS VICENTE BAPTISTA, Valores e imagens da família em Portugal nos anos 30 — o quadro normativo – p. 191
MARIA ÂNGELA V. DA ROCHA BEIRANTE, As mancebias nas cidades medievais portuguesas – p. 221
AMÉLIA AGUIAR ANDRADE, A mulher na legislação afonsina: o Fuero Real – p. 243
LUÍS KRUS, Uma variante peninsular do mito de Melusina: a origem dos Haros no Livro de Linhagens do conde D. Pedro de Barcelos – p. 259

A MULHER E O TRABALHO
JOSÉ GENTIL DA SILVA, A mulher e o trabalho em Portugal – p. 263
AURÉLIO DE OLIVEIRA, A mulher no tecido urbano dos séculos XVII–XVIII (tópicos para uma abordagem) – p. 309
MARIA DE LURDES ROXO MATEUS, A mulher na agricultura da. região de Coimbra-: breve análise da participação feminina na actividade agrícola – p. 335
GUILHERMINA MOTA, O trabalho feminino e o comércio em Coimbra (séculos XVII-XVIII). Notas para um estudo – p. 351
JOSÉ MARIA AMADO MENDES, A mulher no artesanato coimbrão, ao tempo das invasões francesas – p. 369
LUCÍLIA CAETANO, A participação da mulher na indústria transformadora – p. 383
MARIA EUGÉNIA MARTINS COSMELLI, Discriminação da mulher no trabalho e no emprego – p. 397
ELISABETH SILVA SOUSA, Concepções de Família e Trabalho em Portugal – p. 407
ANA NUNES DE ALMEIDA, Mulheres, Trabalho e Família – p. 421
LÍGIA AMÂNCIO, Estereótipos e identidade psicossocial das mulheres trabalhadoras – p. 433
MARIA DE FÁTIMA NUNES, Angelina Vidal e o mundo do trabalho. Apontamentos de um discurso feminino – p. 457

A MULHER E A LITERATURA
IRENE FREIRE NUNES, Voz e representação da mulher na poesia occitanica e galego-portuguesa – p. 11
ANTÓNIO RESENDE DE OLIVEIRA, A mulher e as origens da cultura trovadoresca no Ocidente Peninsular – p. 21
JOSÉ GERALDES FREIRE, Problemas literários das Vitae Sanctae Senorinae. – p. 35
MARIA REGINA NEVES XAVIER AMORIM TAVARES DA SILVA, O tema «mulher» em folhetos volantes portugueses. – p. 39
A. H. DE OLIVEIRA MARQUES, Vénus Maçona – p. 55
CARLOS REIS, Leitura e leitora nas Viagens de A. Garrett – p. 61
JOSÉ CARLOS SEABRA PEREIRA, Perspectivas do feminino na literatura neo-romântica – p.73
A MULHER E A RELIGIÃO
MARIA ALEGRIA FERNANDES MARQUES, Evolução do monaquismo feminino, até ao século XIII, na região de Entre Douro e Tejo – p. 89
FERNANDO TAVEIRA DA FONSECA, Notas acerca do pensamento religioso sobre a mulher: um sermão do século XVII – p. 115
MANUEL AUGUSTO RODRIGUES, As preocupações apostólicas de D. Miguel da Anunciação à luz das suas cartas pastorais – – p. 135
JOSÉ MARQUES, Regalismo e a mulher em religião. – p. 167
PAPÉIS E VALORES FEMININOS
ISAIAS DA ROSA PEREIRA, Algumas considerações sobre o papel da mulher na Idade Média – p. 197
SEBASTIÃO TAVARES DE PINHO, O primeiro livro feministas português (séc. XVI) – p. 203
JOÃO JOSÉ ALVES DIAS, Os fogos femininos nos municípios do séc. XVI – p. 223
JOSÉ MANUEL AZEVEDO E SILVA, A mulher no povoamento e colonização de São Tomé (séculos XV-XVI) – p. 229
GERARD GEIST. L’influence portugaise sur la femme éthiopienne aux XVIéme et XVIIéme Siècles – p. 245
CARLOS JOSÉ RODARTE DE ALMEIDA VELOSO, Imagem e condição da mulher na obra de autores portugueses na 1. metade do séc. XVII – p.251
MARIA HELENA VILAS BOAS E ALVIM, Subsídios para a história da mulher – p. 271
JOSÉ OLIVEIRA BARATA, Algumas notas sobre a estatuto social da mulheres no teatro – p. 289
IRENE MARIA VAQUINHAS, Mulheres que se injuriam, mulheres que se balem: alguns valores femininos vistos através de uma análise da delinquência em Coimbra, 1850-1915 – p. 307
JOEL SERRÃO, Notas sobre a situação da mulher portuguesa oitocentista – p. 325
IVONE LEAL. Os papéis tradicionais femininos: continuidade e ruptura de meados do século XIX a meados do século XX. – p. 353
FERNANDO MARQUES DA COSTA, Mulheres, elites e igualitarismo na 1 República – p.369
GRAÇA ABRANCHES e JOÃO PAULO MOREIRA. Sobre a Crónica Feminina – p. 385
A MULHER E A POLÍTICA
SALVADOR DIAS ARNAUT, Os amores de Pedro e Inês: suas consequências politicas – p. 403 HUMBERTO BAQUERO MORENO, Isabel de Urgel e a politica do seu tempo – p. 415
MARIA REYNOLDS DE SOUSA, da primeiras deputadas portuguesas. – p. 427
CONCLUSÕES
MARIA HELENA DA CRUZ COELHO e IRENE MARIA VAQUINHAS, Conclusões do Colóquio – p.447


OBRAS DO AUTOR


RELACIONADOS


Voltar