Dialéctica do Desejo em Camões

A inspiração poética que, nos antigos, é atribuída às Musas, signo perene da relevação poética até ao século XVIII, e de que Demócrito tentou a primeira explicação materialista, identificando-a como o “entusiasmo”, tanto quanto Platão com a “loucura divina”, está em oposição à visão racional e crítica que já os antigos filósofos adoptaram quando falaram de uma teologia que se atribuía aos primeiros poetas.

Indisponível

Esgotado

Indisponível

Esgotado

informação do livro

Título: A Dialéctica do Desejo em Camões
Autor: Maria Helena Ribeiro da Cunha
Edição: Imprensa Nacional-Casa da Moeda
Colecção | Nº: Temas Portugueses
Ano: 1989
Páginas: 126
Encadernação: Mole
Depósito Legal: 25519/89
Obs.: Com apontamentos a caneta em 4 páginas

A inspiração poética que, nos antigos, é atribuída às Musas, signo perene da relevação poética até ao século XVIII, e de que Demócrito tentou a primeira explicação materialista, identificando-a como o “entusiasmo”, tanto quanto Platão com a “loucura divina”, está em oposição à visão racional e crítica que já os antigos filósofos adoptaram quando falaram de uma teologia que se atribuía aos primeiros poetas.

Peso 251 g

sugestões do alfarrabista

0
    0
    Carrinho
    Carrinho VazioRegressar à Loja