Publicado em

Lucius Apuleius

Lucius Apuleius, escritor e filósofo romano,  nasceu em 125 d. C. em Madaura (actual Argélia) pequena mas importante colónia romana.  A sua família, proveniente da Itália, era abastada e influente: o pai fora cônsul, a mais alta magistratura municipal da Roma antiga, e deixara aos dois filhos uma consistente herança de quase dois milhões de sestércios.

Após os primeiros estudos de gramática e retórica transferiu-se para Cartago, onde aprofundou os seus conhecimentos de poesia, geometria, música e sobretudo de filosofia, cujos estudos concluiu posteriormente em Atenas.

Interessava-se também pelos ritos esotéricos: em Cartago, pelos mistérios de Esculápio, o correspondente romano de Asclépio, o deus grego da medicina e da cura, e, em Atenas, pelos mistérios eleusinos.

Casou-se com uma viúva rica, Emília Pudentila, e foi acusado pelos parentes da sua esposa de haver utilizado magia para obter o seu amor. Defendeu-se através de uma célebre Apologia, que se conservou até os nossos dias.

A Sua obra mais famosa é Metamorphoseon Libri XI (Onze livros de metamorfose), mais conhecida como O Asno de Ouro. Apuleius escreveu também: Floridas (fragmentos de discursos) e De Deo Socratis.

Faleceu em  Cartago, 170 d. C.