Publicado em

Sá Flores

Poeta e ficcionista. Albertino Flores Santana, de seu verdadeiro nome, perdeu a vista na guerra colonial, em Moçambique, para onde havia sido mobilizado para cumprir comissão militar obrigatória, aos vinte e um anos, tendo-se dedicado desde então à literatura. Fez estudos secundários no Liceu e, mais tarde, cursos de Literatura, Língua Portuguesa e Arte de Dizer. Foi director da Sociedade de Língua Portuguesa e conselheiro no Conselho Nacional de Reabilitação. Foi candidado pela CDU (Comissão Democrática Unitária) às Legislativas de 1992 e 1996. Pertence ao corpo redactorial dos jornais Elo e O Deficiente. Foi laureado pela Academia Internacional de Letras do Brasil e foi premiado pela EUCREA – Very Special Arts International, da Bélgica, nos Jogos Florais da ADFA (Associação dos Deficientes das Forças Armadas), pela Câmara Municipal de Paredes e no Concurso de Literatura «Rosa Azul».