Três Histórias de Guerra

5,00 

Título: Três Histórias de Guerra
Autor: Hemingway [et al.]
Edição: Inova
Colecção | Nº: Duas Horas de Leitura | 4
Ano: 1972
Páginas: 91
Encadernação: Mole

 

Categorias: , Etiqueta:

SINOPSE
Três homens de índoles muito diversas, três escritores de fama mundial, todos galardoados com o Prémio Nobel, um russo e dois americanos, debrucam-se sobre o tema da guerra. Três relatos necessariamente muito diversos. O primeiro, o de Ernest Hemingway, refere-se à primeira Guerra Mundial (1914-18); os outros dois têm como tema central os acontecimentos da segunda Guerra (1939-1945), mas que, para além da história do heroísmo quotidiano, dissecam a realidade terrível que o fenómeno «guerra» é em si próprio.


SOBRE O AUTOR

Nascido em Oak Park (Chicago), Estados Unidos, em 1899, Ernest Hemingway começou a escrever nos tempos do colégio. Em vez de seguir os estudos universitários, entrou para o jornalismo aos 18 anos. Ao eclodir a I Guerra Mundial, alistou-se como combatente; foi ferido na Europa, enamorou–se de uma enfermeira e sofreu a sua rejeição. Alguns anos mais tarde, regressou como correspondente em França e cronista da guerra civil espanhola. Destas experiências saíram vários dos seus contos e romances. Adepto das mais viris actividades — caça, touros, pesca, tiro, boxe —, traduziu a sua “masculinolatria” em estilo directo e sem adornos. Ganhou em 1954 o Prémio Nobel. Em Julho de 1961 suicidou-se com um tiro de pistola. As suas principais obras são: O Sol Nasce Sempre (1927), Winner Jake Nothing (1933), As Neves do Kilimanjaro (1936), O Adeus às Armas (1929), Morte ao Entardecer (1932), As Verdes Colinas de África (1935), Ter e Não Ter (1937), Por quem os Sinos Dobram (1940), O Velho e o Mar (1952). Postumamente deram à estampa Moveable Feast (1964), Islands in the Stream (1979) e O Jardim do Éden (1986).


OBRAS DO AUTOR


RELACIONADOS


Voltar