Poema em Branco

Indisponível

Título: Poema em Branco
Autor: Miguel Serras Pereira
Edição: Fim de Século
Colecção | Nº: Margens | 33
Ano: 1999
Páginas: 142
Encadernação: Mole
Capa: João Bicker
Depósito Legal: 144230/99
ISBN: 972-754-147-X
Obs.: 1ª Edição.

 

EXCERTO
Se, como escreve, George Steiner, a poesia é a linguagem em condição de liberdade, então, em última análise, é para a questão da liberdade como potencial verdade máxima da espécie que nos remete a presença, no coração da linguagem, de uma actividade como a tradução de poesia. Com efeito, sendo, sempre segundo Steiner, “uma escolha” mais ou menos deliberada de “não não-ser”, o poema é criação – criação que, reflexivamente reconhecida, significa liberdade, pois que nos confronta com uma prova da liberdade de criação, ao mesmo tempo que com um acto de criação de liberdade.


SOBRE O AUTOR

Nasceu no Porto em 1949. Passou a infância e fez a escola primária em Abrantes, tendo continuado os estudos em Lisboa. No campo literário, começou muito cedo a publicar poemas e outros textos (finais dos anos 60). Para além de larga colaboração poética e crítica em páginas literárias e revistas, publicou diversos livros.


OBRAS DO AUTOR


RELACIONADOS


Voltar