História do Movimento Operário

Indisponível

Título: História do Movimento Operário
Autor: Carlos da Fonseca
Edição: Publicações Europa-América
Colecção | Nº: Estudos e Documentos | 157
Ano: s.d.
Páginas: 230
Encadernação: Mole
Título Completo: História do Movimento Operário e das Ideias em Portugal: II – Os Primeiros Congressos Operários (1865-1894)

 

Categoria: Etiqueta:

SINOPSE
É inútil lembrar o esquecimento a que têm sido votados os trabalhos dos congressos operários. No entanto, eles constituem peças de primordial importância para o conhecimento dos movimentos dos trabalhadores. Só relendo os seus textos se poderá ter uma ideia das preocupações que afligiam os dirigentes operários, dos objectivos que perseguiam, dos traços que caracterizavam o movimento operário português, e que tanto podem ajudar na compreensão da sua evolução posterior. Naturalmente, os textos saídos desses congressos devem ser lidos como emanação das vanguardas operárias, para depois se articular o seu conteúdo com a fisionomia dum operariado mais vasto e menos definível. Isso mesmo pretende fazer o presente volume, onde o leitor encontrará os textos completos saídos dos congressos operários realizados entre 1865 e 1894, precedidos dum estudo socioeconómico em que se retrata a fisionomia do operariado português da época. Segundo volume da «História do Movimento Operário e das Ideias Socialistas em Portugal», a obra que se apresenta é texto de leitura obrigatória para quantos pretenderem debruçar-se sobre o assunto em questão.


SOBRE O AUTOR

Carlos da Fonseca nasceu em Peniche, onde começou a trabalhar aos 11 anos de idade, passando por diversos e provisórios ofícios. Nos anos 60, refractário ao exército colonial, exilou-se em França, onde fez longos estudos universitários, primeiro na Universidade de Paris VIII (Vincennes), depois na École Pratique des Hautes Études, onde se acentuou a sua vocação investigativa. Foi professor de história e cultura portuguesa na Universidade de Paris VIII e, posteriormente, na Sorbonne.
Historiador do movimento operário e do anarquismo em Portugal, lega-nos, em particular neste domínio, uma obra considerável, das reedições comentadas de «textos esquecidos» aos quatro volumes, essenciais, da sua História do Movimento Operário e das Ideias Socialistas em Portugal (Europa-América), passando por volumes como Integração e
Ruptura Operária (Estampa). Os seus últimos livros conhecidos, Para uma Análise do Movimento Libertário em Portugal e O 1º de Maio em Portugal, foram publicados pela Antígona.


OBRAS DO AUTOR


RELACIONADOS


Voltar