As Horas de Margarida de Cleves

7,50 

Título: As Horas de Margarida de Cleves
Autor: James H. Marrow
Edição: Museu Calouste Gulbenian
Ano: 1995
Páginas: 186
Encadernação: Mole
Capa: Luís Chimena Garrido
Depósito Legal: 93198/95
ISBN: 971-8128-04-05

 

SINOPSE

Esta publicação reproduz pela primeira vez a totalidade das miniaturas e uma selecção de páginas de texto pertencentes a um dos tesouros menos conhecidos do Museu Gulbenkian, o Livro de Horas de Margarida de Cleves (MS. L.A. 148)
Embora modesto nas dimensões e na superfície decorada e ilustrada, este manuscrito é de importancia fuleral para a cultura histórica e artística da época. Produzido na Holanda, provavelmente nos últimos anos do séc. XIV,  podemos considerar as Horas de Margarida de Cleves um dos documentos fundadores de uma tradição holandesa, continuada e genuína, de iluminura de manuscritos. As origens dessa tradição podem com razão relacionar-se com o patrocínio da corte dos bávaros, condes da Holanda, que floresceu na Haia nos finais do séc. XIV e princípios do séc. XV, sobretudo durante o reinado do duque Alberto de Baviera-Holanda. Margarida de Cleves, para quem este manuscrito foi executado, e que surge representada em oração diante da Virgem e do Menino na primeira  miniatura do manuscrito (il. 1), foi a segunda mulher do duque Alberto.


SOBRE O AUTOR

James H. Marrow é Professor de História de Arte na Universidade de Princeton (EUA) onde ensina desde 1991. Doutorado pela Universidade de Columbia, o Professor Marrow também ensinou na Universidade da Califórnia, em Berkley, na Universidade de Yale, e na Universidade Estatal de Novai Iorque em Binghamton. Foi professor convidado do Instituto for Advance Study (1990-91); Andrew W. Mellon Fellow no Metropolitan Museum of Art (1978-80); C. R. B. Advanced Fellow na Belgian-American Educational Foundation for Study, na Bélgica (1974-75) e Kress Fellow do Warburg Institute, em Londres (1966-67). O Dr. Marrow é autor de uma vasta obra sobre manuscritos iluminados e sobre diversos aspectos da arte e iconografia religiosa tardo-medieval.


 

Também pode gostar…