Publicado em

Mário de Oliveira

Mário Pais de Oliveira, também conhecido por Padre Mário de Oliveira, (Lourosa, Santa Maria da Feira, 8 de Março de 1937) é um presbítero, jornalista e escritor português, de formação católica mas aderente do Jesuísmo.
O Padre Mário (também conhecido por Padre Mário da Lixa, pelo facto de ter sido pároco de Macieira da Lixa) ficou conhecido por, antes da Revolução do 25 de Abril, ter criticado duramente a guerra colonial, vindo a ser perseguido pela PIDE e julgado por duas vezes em Tribunal Plenário.
Foi professor de Religião e Moral no Liceu Normal D. Manuel II (posteriormente, Liceu Rodrigues de Freitas), e foi enviado como capelão para a guerra colonial, onde se confrontou com os dramas pessoais dos soldados e com a ocupação colonial.
Destaca-se, em particular, a sua actividade de jornalista, como director do jornal “Fraternizar”, que ainda continua a publicar-se.