Publicado em

João Mascarenhas Mateus

Investigador Principal (Investigador FCT), CIAUD – Centro de Investigação em Arquitetura, Urbanismo e Design – Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa, desde 2015. Depois da Licenciatura em Engenharia Civil no IST, fez o Mestrado em Ciências da Arquitectura na Katholieke Universiteit Leuven, Bélgica onde trabalhou como assistente de investigação (1993-1995). Perito da Direcção de Cultura da Comissão Europeia entre 1993 e 1998 para avaliação de projectos de Conservação e Restauro do Património Cultural. Realizou na Universidade La Sapienza de Roma- Itália a investigação de doutoramento sobre a utilização de técnicas tradicionais de construção de edifícios de alvenaria na actividade da conservação arquitectónica. Em Roma, projectou e dirigiu os trabalhos de conservação do Instituto Português e do Pontifício Colégio Português. Doutorado em Engenharia Civil pelo IST (2001).

“Cultore della materia” na Faculdade de Arquitectura Valle Giulia da Univ. La Sapienza de Roma (2002-2004) e colaborador científico da “Scuola di Specializzazione in Conservazione dei Monumenti” da mesma Universidade, desde 2002. Foi coordenador técnico da candidatura da Baixa Pombalina à Lista do Património Mundial (2003-2006). Investigador auxiliar (investigador FCT Progama Compromisso Ciência), de 2009 a 2014, no Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra. Organizou em 2010 e 2015 as Primeira e Segunda Conferências sobre História da Construção em Portugal e foi um dos coordenadores dos I e II Congressos da História da Construção Luso-Brasileira (2013 e 2016).

Fundador (2015) e presidente (desde 2018) da Sociedade Portuguesa de Estudos de História da Construção.