Publicado em

John Le Carré

John le CarréJohn le Carré nasceu em 1931. Estudou em Berna e Oxford, foi professor em Eton e esteve durante cinco anos ligado ao Ministério dos Negócios Estrangeiros, sendo primeiro secretário da Embaixada Britânica em Bona e, posteriormente, cônsul político em Hamburgo. Começou a sua carreira literária em 1961, tendo-se tornado um escritor mundialmente reconhecido com o livro O Espião Que Saiu do Frio, o seu terceiro. A consagração de le Carré deu-se com o excelente acolhimento que teve a célebre trilogia de Smiley: Tinker Tailor Soldier Spy , The Honourable Schoolboy e A Gente de Smiley. Entre os seus romances mais recentes, todos eles assinaláveis êxitos de vendas e de crítica, contam-se O Alfaiate do Panamá, Single & Single, O Fiel Jardineiro, Amigos até ao Fim, O Canto da Missão e Um Homem Muito Procurado

Publicado em

Jacques Soustelle

Etnólogo e escritor, professor e homem político, Jacques Soustelle consagrou grande parte da sua vida aos países do ultramar: México e América Central principalmente, mas também África do Norte, Sahara, África Negra, Polinésia, Nova-Caledónia.
É com uma profunda afeição pelos povos destes países, e ao mesmo tempo com uma salutar desconfiança
naqueles que pretendem falar em seu nome, que analisa a situação do “Terceiro Mundo” nesta “Carta Aberta”.
Quem beneficia com a descolonização? Qual é o destino dos povos, ontem colonizados, hoje independentes?
É a estas questões que o autor tenta responder, apoiando-se numa documentação vasta e precisa, numa pena desperta e muitas vezes incisiva, estigmatizando alegremente os ditadores extravagantes, os tiranetes racistas, os terroristas profissionais e os “novos Senhores” que utilizam em proveito próprio a ajuda dada aos países sub-desenvolvidos.
No momento em que se põem em causa as ligações entre a França e a África, bem assim como todo o problema da cooperação, o livro de Jacques Soustelle é duma flagrante actualidade.